Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Indecisão

Como palavras que sopram meus ouvidos,
Como dúvidas que me reviram a cabeça,
Como soluções que acalmam minh’alma,
Como um jogo que o importante não é vencer,
Mas é fundamental.
Não sou como o sujeito que manda,
Sou submisso às palavras.
Palavras que confundem e me carregam a outros horizontes,
Mas não são capazes de me determinar o que fazer.

Sou apenas a interrogação de uma frase sem fim...
 
 
Lucas Araujo

Nenhum comentário:

Postar um comentário